TOXOPLASMOSE - Chega de tanta ignorância...


Gataiada, hoje vamos falar de um assunto sério e muito importante.

Já perdi as contas, de quantas vezes ouvi mulheres grávidas falando que deram ou que vão dar seus gatinhos porque estão esperando um bebê.

Muitas pessoas e alguns médicos mal informados, insistem em associar a transmissão da toxoplasmose somente ao gato. O fato é que a falta de informação e de orientação afeta a rotina dos donos de felinos e impacta diretamente nas estatísticas de abandono desses animais pelas ruas das cidades.

"A toxoplasmose é uma zoonose (doença transmitida dos animais aos homens) causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii. Infelizmente, não faz parte da rotina médica o atendimento de zoonoses, mas para nós, médicos veterinários, é muito comum. Nós lutamos todos os dias para derrubar o mito de que o gato é grande vilão da toxoplasmose; queremos mostrar à população como realmente acontece a transmissão."

Dra. Claudia Batistella Scaf- CRMVRS- 7664

GENTEEEEEEEE, é muito importante saber, que NÃO são todos os gatos que transmitem essa doença. Isso só acontece caso eles tenham sido infectados pelo protozoário Toxoplasma gondii, e mesmo assim, a transmissão para os humanos não é tão simples assim.

Então vamos lá desmistificar essa doença de uma vez por todas e esclarecer por que não é necessário se livrar do seu peludinho quando você está esperando um bebê.

Primeiramente é preciso saber que, muitas pessoas podem contrair toxoplasmose e não perceberem, pois não apresentam sintomas, mas caso tenham, estes podem ser; febre baixa, dores musculares, aumento do volume dos gânglios linfáticos, perda de apetite e dores de garganta.

Uma vez exposto à doença, o ser humano desenvolve imunidade contra o parasita e raramente torna a adoecer. Ou seja, a mulher grávida que já teve a doença não oferece riscos para o feto. O perigo está se a mulher não for soropositiva quando engravida. Neste caso ela não deve contrair toxoplasmose durante os primeiros 3 meses de gravidez, após este período os riscos para o feto são significativamente menores.

Entenda como os gatos contraem e como transmitem essa doença:

Para que o gato transmita a doença, ele precisa ingerir oocistos esporulados de toxoplasma presentes em carnes cruas e malpassadas de outros animais, ou mesmo ingerir oocistos que foram eliminados nas fezes de outro gato infectado. É somente dessa forma que ele passa a ser hospedeiro e, por meio de suas fezes, eliminar as formas infectantes do parasita.

Geralmente, o gato que contraiu toxoplasmose, irá eliminar os oocistos (“ovinhos” do toxoplasma) apenas uma única vez e por apenas 15 dias durante toda a sua vida. Esta eliminação ocorre 10 dias após o gatinho ter sido infectado.

Para que você se contamine através do gato, você precisa comer a forma infectante, que nada mais são que os ovinhos germinados presentes nas fezes do gato contaminado. Ou seja, você precisa que as fezes do gato tenham contato com sua boca. E tem mais, essas fezes precisam ter contato com sua boca depois de pelo menos 24 horas que o gato tenha defecado, caso contrário, os “ovinhos não germinam” e o ciclo não se completa!

Isso mesmo que você leu gataiada, vocês precisam comer as fezes do gato que esteja pelo menos um dia exposta no ambiente. Praticamente impossível, para quem tem um mínimo de higiene néam ?!?!? Acredito que limpar a caixa de areia, lavar as mãos e não comer cocô sejam hábitos comuns para vocês.

Sabendo disso, fica bem claro que O GATO NÃO é o vilão dessa história néam ?!?!?

Agora sim, a parte que ninguém fala, mas que é a mais importante! As principais formas de contaminação ocorrem pela ingestão de carne crua ou mal passada e pela ingestão de legumes, verduras e frutas mal lavadas.

Agora que sabemos como ocorre a contaminação, fica fácil evitar... Vamos lá:

Cuidados gerais

- Lave as mãos antes de comer ou beber;

- Lave as mãos após a manipulação de carne e alimentos;

- Não tome leite sem antes fervê-lo;

- Não tome água de origem desconhecida;

- Não coma carne crua ou mal passada e nem verdura, legumes e frutas mal lavados;

- Não coma embutidos não fiscalizados, de procedência duvidosa;

- Use luvas ao limpar a caixa sanitária de gatos e/ou quando for mexer com jardinagem;

- Se você for vegetariano, já não precisa se preocupar com carnes cruas ou mal passadas, mas tenha muita atenção nas frutas, legumes e verduras bem lavadas.

Cuidados com o gatinho

- Não o alimente com carne crua ou mal passada;

- Limpe a caixa sanitária 2x ao dia;